menu-estetica menu-saude menu-nutricao menu-gestante menu-aliados menu-anuncie mari-responde conheca-mari

 

Páscoa em dia com a dieta

Aprenda como substituir o chocolate calórico e aproveitar o feriado

Quando a páscoa chega parece que aquela famosa música do Tim Maia que diz “Chocolate, chocolate eu só quero chocolate” entra no subconsciente de todas as mulheres e de alguns homens e começamos uma verdadeira batalha para conseguir manter a dieta em dia.

Por mais que nossa consciência saiba que uma alimentação saudável é essencial, é muito difícil não se render as delícias de páscoa. Ovos trufados, recheados, brancos, para comer com colher ou direto na mordida, todos possuem um espaço em nossos corações, mas depois desse período chega o arrependimento e as calorias a mais, por isso o auto-controle é muito importante.

Isso não significa que devemos abolir completamente o cacau de nossa páscoa e para facilitar a vida de muitas mulheres, como eu, separei algumas opções de chocolate mais saudáveis e leves para que essa data tão importante não passe em branco. Confira:

Alfarroba

Já imaginou comer um doce com gosto de chocolate, cheiro de chocolate e que não contém as calorias do chocolate? Pois este quitute existe e se chama Alfarroba. Originária da Costa do mediterrâneo, o fruto é uma vagem que quando torrada e moída cria uma massa parecida com a do cacau.

As  vantagens da alfarroba em relação ao chocolate para quem segue uma dieta é a presença de muito mais fibras em sua composição, menor número de calorias e maior quantidade de açúcar natural que dispensa o uso de adoçantes de fabricação industrial, assim como o uso de leite e outros ingredientes calóricos.

Chocobeauty

Para quem além das calorias também se preocupa com a reação da pele depois de comer chocolates a melhor pedida é o chocobeauty. Além do sabor tradicional do chocolate, esse doce possui em sua  composição o colágeno, responsável por ajudar nosso organismo a produzir mais elasticidade para a pele e previne o envelhecimento precoce.

O chocolate é isento de açúcar, possui fibras e o ainda é muito macio, ou seja solução para todas os nossos desejos.

Diet

Quem sofre de diabetes ou não pode consumir açúcar tem como opção os chocolates diets. Mas ATENÇÃO: Este tipo de chocolate é produzido sem açúcar mas em sua maioria contém muita gordura e muitas calorias. Esse tipo de chocolate tem diversas opções de recheios como tradicional, ou com wafer e seu consumo fica restrito apenas para quem não pode consumir açúcar ok?

70% Cacau

Quem não quer tapear o cérebro com os substitutos do chocolate pode optar por chocolates com a maior quantidade de cacau em sua composição, já que os grandes vilões dos quilinhos a mais são na verdade os açúcares e leite inclusos nas receitas de chocolate “tradicional”.

O cacau por sua vez, é o responsável pela liberação de endorfina em nosso corpo – que traz a sensação de bem estar – além das propriedades antioxidantes. Portanto, escolha os meio-amargos!

Vilão!

Enquanto o chocolate meio-amargo é o mais recomendado, a opção branca é o grande vilão de acordo com os nutricionistas. Isso acontece porque ele é fabricado apenas com a manteiga retirada do cacau- que é a gordura do fruto - e complementado com outros ingredientes industrializados como açúcar e leite, ou seja, mais calorias e menos saúde.

Você pode adquirir alguns desses itens na Ceyshop, um de nossos sites parceiros, e depois de seguir estas sugestões é só aproveitar, mas sempre com moderação!  

Lembre-se: Se ainda assim for imporssível resistir aos ovos tradiconais, o bom senso para consumir sempre é bem vindo, afinal não somos de ferro não é mesmo!!!

Boa Páscoa!

 

Comentário (0) Hits: 2214

Alimentos saudáveis para uma pele impecável

Conheça alguns dos alimentos que não podem faltar na dieta

                                                                                                            Daiana Barasa

Oieee!

Gostaria de apresentar a vocês o Portal Sare Drogarias (sare.com.br). Trata-se de um canal muito legal para quem curte saúde e bem estar! Fizemos uma parceria bem bacana onde estaremos trocando informação constantemente!

Olhem só a dica da querida Daiana Barasa sobre a influência da alimentação na pele:

    A alimentação é sem dúvida fator crucial para a prevenção de doenças e até mesmo para que objetivos estéticos sejam alcançados.

Muitos já devem ter ouvido falar na agressão dos radicais livres ao organismo. O corpo humano naturalmente produz essas substâncias por meio da respiração, mas alguns alimentos ocasionam no aumento da produção desses agentes maléficos à saúde.

O açúcar e as gorduras saturadas presentes em diversos alimentos são extremamente prejudiciais à saúde e o consumo regular desses alimentos além de tornar o organismo mais suscetível ao surgimento de doenças, atua causando o envelhecimento da pele.

Alguns alimentos são ricos em substâncias conhecidas como antioxidantes, essenciais para “neutralizar” a ação dos radicais livres no organismo, consequentemente atuando a favor de uma pele e cabelos mais saudáveis, jovens e bonitos.

Quais alimentos são esses?

As frutas cítricas em sua maioria favorecem para uma pele saudável, isso por que contêm teor elevado de vitamina C, além de antioxidantes em particular. A vitamina C age fazendo com que o organismo produza de maneira mais eficiente colágeno e elastina, responsáveis por conferir firmeza à pele.

O mamão é uma fruta comumente presente no café da manhã, é rico em vitamina A, essencial para a renovação das células e tecidos, o consumo frequente da fruta auxilia até mesmo na prevenção da acne.

A manga também é uma fruta benéfica para a saúde da pele, rica em vitamina C e com teor considerável de vitamina A, atua contra o surgimento da acne e proporciona uma pele mais macia. Mas vale ressaltar que por se tratar de uma fruta calórica, deve ser consumida com parcimônia na dieta.

As sementes oleaginosas (pistache, nozes, amêndoas, castanha-do-pará, entre outras), devem ser introduzidas na dieta, são ricas em antioxidantes e em importantes minerais como selênio e zinco que juntos também atuam contra os radicais livres.

O feijão, com ênfase no tipo carioca, é rico no mineral zinco, possui ação antiinflamatória e atua na síntese de colágeno no organismo, beneficiando ricamente a saúde da pele e cabelos.

O chocolate amargo é rico em cacau, possui o maior teor de antioxidantes conhecidos como polifenois, dois gomos ao dia garantem proteção contra a ação dos radicais livres, além de estimular a produção de um importante hormônio neurotransmissor conhecido como serotonina, responsável pela sensação de bem-estar.

Obviamente que cuidados externos com a pele e cabelos também são fundamentais, mas vale lembrar que a alimentação se constitui em fator essencial para uma estética impecável.

Site: www.saredrogarias.com.br

Comentário (0) Hits: 1972

Xô barriga!

Conheça cinco dicas de lanches light que não dão barriga

Toda mulher já passou por uma fase de dieta ao menos uma vez na vida, sejam as mirabolantes (que eu super DISCORDO) ou controladas por um nutricionista (que é o mais indicado!).

Alimentar-se bem a procura de um corpo melhor é assunto rotineiro na vida das mulheres que procuram qualidade de vida e é claro se sentir bem consigo mesmas!

Muitas de nós, deixamos de comer achando que essa prática pode trazer resultados, porém esse é um erro comum e grave, que ao invés de ajudar, pode atrapalhar nosso organismo. O corpo é uma máquina que responde conforme nossos estímulos, quando mantemos nosso estômago muito tempo sem trabalhar, o sistema digestivo manda uma mensagem para o cérebro avisando que precisamos acumular gordura para nos manter vivos.

Esse acúmulo acontece na região abdominal e o que era para ser uma dieta torna-se o responsável por uma barriguinha saliente, portanto, comer de três em três horas é fundamental.

O que escolher na hora do lanchinho é a dúvida que mais assola as mulheres que já aderiram a essa dieta, e para auxiliá-las fiz uma lista do que pode tornar esse momento gostoso e nutritivo.

Amendoim

Uma porção daquele típico amendoim com casca que vende na praia, é uma excelente opção de snack por conta da sua fonte de gorduras conhecidas por estimular a inibição do apetite. Além de não serem muito calóricos em comparação aos benefícios que apresenta.

Sagu de chia

Apesar de não ser muito popular o sagu de chia é uma ótima forma de complementar a alimentação e estimular o corpo a perder calorias sem deixar de receber nutrientes. Misture uma colher dessa semente em uma xícara de chá de suco de sua preferência.  Essa mistura é rica em fibras e ômega 3.

Geleia de pimenta

Duas torradas integrais e uma pequena porção de geleia de pimenta é uma ótima sugestão de lanche da tarde. A geleia é termogênica que acelera o metabolismo.

Iogurte natural desnatado

Ótima pedida para o controle glicêmico do corpo, O iogurte natural age nos depósitos de gordura do corpo e é eficiente na queima de calorias.

Chocolate meio amargo

Antioxidante, o chocolate meio amargo mata o desejo de comer doce e ainda possui cafeína em sua composição, garantindo a ação termogênica deste lanchinho.

Não se esqueça da água! Além de se alimentar de 3 em 3 horas, beba sempre muita água durante o dia todo!

Fique atenta também as dicas de estética aqui do blog para eliminar a barriguinha saliente!

 

Comentário (0) Hits: 2331

Tire suas dúvidas sobre as barrinhas de cereais!

Elas são saudáveis? Engordam? Atrapalham na dieta? Descubra tudo aqui

Uns dizem que faz bem, outros alegam que se trata de uma vilã mascarada e muitos de nós, considerados consumidores comuns, não fazemos ideia dos reais benefícios e malefícios das famosas barrinhas de cereais.

Consumidas com frequência no pré e no pós treino, esse item ganhou espaço no mercado de produtos alimentícios da área fitness nos últimos anos, porém mesmo com a alto índice de comercialização ainda é preciso se atentar as especificações de cada um dos produtos, já que existem diferenças fundamentais que podem ser as responsáveis por um bom ou mau resultado de seus  treinos.

A primeira consideração antes do consumo diz respeito ao sabor das barras, já que existem diversas opções e algumas delas acrescentam ingredientes que não são aconselháveis quando o intuito é adquirir condicionamento físico.  As barras com castanha e chocolate, por exemplo, apesar de serem mais saborosas, possuem um nível de açúcar que não é indicado e podem atuar com o efeito contrário ao desejado.

Para não cometer nenhum erro, o aconselhável é consultar um profissional que pode indicar a barra que mais se adequa a sua necessidade de acordo com seu objetivo. Outra dica importante é analisar a tabela nutricional e optar pelos produtos com pouca gordura e um alto teor de fibras que são responsáveis por auxiliar o trabalho do sistema digestivo.

Hora do lanche

Oiie!!!

Hoje a mamata terminou e nossos baixinhos voltaram às aulas com pique total! rsrsrs Quase isso né!?

A dúvida sempre surge e muitas mamãe me perguntam como fazer uma lancheira que seja saudável e ao mesmo tempo prática para os baixinhos... E é por isso que hoje eu vou ajudar vocês com algumas dicas para um menu criativo e é claro, saudável, para seus pequenos!

Uma alimentação rica em nutrientes e proteínas é importantíssima em qualquer etapa da vida, na infância principalmente, já que é nesse momento que o corpo passa pela maior fase de transição e precisa de muita energia para conseguir manter-se.

A hora do lanche na escola é fundamental, já que esse é o momento em que seu pequeno se alimentará entre as duas principais refeições e por isso que vocês, mamães, precisam ficar atentas ao que preparar, para não inibir o apetite e muito menos incentivar os pequenos com hábitos ruins que possam lhe fazer mal posteriormente.

Se você faz parte do grupo de mamães que tem dificuldades em criar o lanche dos seus pequenos sem ficar repetitiva, confira algumas dicas e torne esse momento delicioso para seu maior presente. Olha só:

O que não mandar...

Salgadinhos, refrigerantes, biscoitos recheados, entre outros, são ricos nas famosas calorias vazias, que embora deem muita energia, trazem mais malefícios do que benefícios para seus pequenos.

O que mais chama atenção das mamães nesse tipo de alimentação é a praticidade com que eles podem ser enviados, porém não se deixe levar por esse ponto positivo. Ricos em açúcares, esse tipo de refeição pode gerar problemas a saúde da criança quando dado com tanta frequência, por isso evite-os ao máximo, afinal alguns minutos a mais para preparar o lanche pode ser a diferença entre a saúde e a falta dela.

O que mandar...

Para balancear bem as necessidades das crianças o lanche deve conter fibras para manter o funcionamento do intestino, carboidratos para dar energia, uma bebida para hidratação constante. Você pode garantir cada um desses itens com uma porção de frutas para as fibras, lanchinhos com pão integral ou bolos simples para os carboidratos e sucos naturais, água de coco ou achocolatado para beber.Lembrando que é sempre bom o auxílio de uma nutricionista para acabar de vez com as dúvidas!

Não seja extremista...

É importante lembrar que este é o aconselhável, porém não é necessário cortar as guloseimas completamente, afinal toda criança gosta de um biscoito. Envie um lanchinho diferenciado algumas vezes no mês, mas sempre com algo mais saudável para contrabalancear.

Outra dica muito legal, no caso das mamães que possuem mais tempo disponível, é enviar alguns joguinhos ou desenhos junto com a lancheira, para tornar o momento do lanche mais divertido e incentivá-lo a comer o saudável sem reclamar!

Comentário (0) Hits: 1864

Detox – Diga adeus a comilança

Exagerou no fim do ano? Saiba como mandar embora tudo que não faz bem ao seu corpo

detox

Você planejou, leu todas as dicas dadas no blog, separou um cardápio especial para as festas do fim do ano e simplesmente falhou. Calma, isso é muito mais comum do que se imagina e agora não é hora de chorar pelas delícias degustadas e sim mandar tudo embora com dieta detox.

Depois de muitos pratos repletos de calorias a mais e muito açúcar o corpo pede um espaço e precisa mandar embora tudo que faz mal e não o ajuda a trabalhar direito. Com o clima de verão, desintoxicar o organismo é quase uma questão de necessidade, já que o organismo já fica mais lento naturalmente, por isso anote algumas dicas e comece a mudar seus hábitos a partir de agora.

Hidrate-se! A primeira regra para a desintoxicação é beber bastante líquido, o corpo precisa se manter hidratado e quando comemos demais é preciso reequilibrar o ph do organismo.

Alimentação leve! Esqueça qualquer tipo de fritura, gordura ou açúcar, o organismo precisa de nutrientes e comidas leves, por isso as refeições com sopas e caldos, apesar do calor, pode ser uma boa. Aposte também em saladas coloridas antes das refeições.

Sucos e chás! Sucos de frutas também são bem vindos, de preferência os feitos com água e não com leite e sem açúcar é claro! Para combater a famosa retenção de líquidos causada pela desidratação e pelo consumo de bebidas alcoólicas existem alguns chás que possuem propriedades desintoxicantes, aumentam a circulação sanguínea e podem ser usadas para potencializar a perda dos quilinhos a mais.

 

5 benefícios do gengibre que você não imaginava!

gengibre

A mulherada que não gosta muito de gengibre vai mudar de ideia rapidinho, depois de saber os benefícios que essa pequena planta originária da índia e da China possui.  Usado em chás e outras receitas da época da vovó, o gengibre é empregado há mais de três mil anos como uma planta medicinal por conta de sua fonte de vitaminas e minerais necessários para o nosso corpo.

Mas quais são de fato os benefícios deste item tão presente na culinária asiática? Descubra agora e surpreenda-se:

Imunidade!

Não é segredo para ninguém que o gengibre é muito usado para ajudar mo tratamento da gripe. Isso acontece porque esta rizoma, tem forte poder antioxidante, que é o resultado da união da vitamina B6, cobre magnésio e potássio fortemente presentes na composição da planta.

Além de ajudar na imunidade, o gengibre também auxilia a descongestionar o sistema respiratório, que fica obstruído nos dias de gripe e possui efeito antisséptico e anti-inflamatório.

Contra enjoos!

Dicas para driblar a vontade de comer doces

como driblar a vontade de comer doce

Quem é que nunca sentiu aquela vontade incontrolável de comer um doce que atire a primeira pedra!

Principalmente as mulheres no período de TPM não conseguem se controlar a acabam se rendendo ao doce e principalmente ao chocolate!

OK, eu entendo e também passo muito por isso, mas de uns tempos pra cá aprendi e driblar essa tentação e a fazer algumas trocas inteligentes que saciam a vontade do açúcar completamente.

É importante lembrar que sentir vontade de vez em quando é normal e quando essa vontade passa a se tornar constante como uma compulsão, aí sim vale ficar atento pois pode ser um sinal de deficiência do hormônio serotonina, o tão conhecido hormônio da felicidade.   

A compulsão também pode indicar resistência à insulina, aumento do hormônio do estres aumento do cortisol ou até mesmo deficiência de ácido fólico, magnésio, zinco, vitamina B6, vitamina B12 entre outros.

Fique atento também se além da compulsão por doces você também se sentir muito cansado, fadigado, com sono durante o dia e enxaqueca. Procure um médico se esse for o seu caso!

Dicas para driblar a vontade de comer doces:

- Se alimente de 3 em 3 horas: Ficar muitas horas sem se alimentar aumenta o cortisol no sangue o que estimula a vontade de comer doces.

- Beba no mínimo 2 litros de água por dia: manter o corpo hidratado durante o dia todo ajuda a driblar a vontade repentina.

- Aumente o consumo de alimentos com triptofano: banana, lentilha, leite e derivados, feijão e nozes são bons exemplos.

- Pratique atividade física: os exercícios liberam endorfina o que traz a sensação de bem estar que o doce também traria.

- Inclua fibras na alimentação: Consuma aveia, germén de trigo, granola, linhaça, etc.

- Inclua no seu café da manhã geleia, suco ou frutas doces: isso vai te ajudar no decorrer do dia a diminuir a vontade de comer doce.

E se mesmo assim bater aquela vontade? Faça trocas inteligentes e saudáveis:

Alimentos light que podem prejudicar sua dieta e saúde

light

Você sabia que nem sempre os alimentos denominados “light” são aliados da dieta?

Nós vivemos em um mundo onde muitas coisas aparentam algo que não são realmente, isto acontece com alguns alimentos que estão listado em várias dietas, mas que não são lights como muitos pensam.

Além disso, muitas pessoas acabam consumindo produtos diet para emagrecer, o que é um erro! Eu já escrevi aqui no blog sobre a diferença entre diet e light, para saber mais clique aqui.

Hoje você vai descobrir alguns dos principais alimentos que apesar de light precisam ser consumidos com moderação!  

Como montar a lancheira do seu filho

lancheira saudável

Muitas mamães me perguntam sobre o que colocar na lancheira de seus filhotes, e se temos que ser saudáveis temos que começar desde cedo!

É por isso que hoje a Nutri Carol dá as dicas pra quem tem essa dúvida!

Uma lancheira saudável para o seu filho é uma garantia de que ele se alimentará corretamente.

Alimentação saudável se aprende em casa!!!

Nutrição é um assunto sério e não pode ser negligenciado. Por isso, o que recheia a geladeira de casa deve ser pensado antes mesmo de você precisar montar a primeira lancheira do seu filho. O desafio de educar o paladar de uma criança não é fácil. "Os alimentos preferidos dela são os de sabor doce e muito calóricos. Essa preferência é inata ao ser humano. Para os sabores doces, não é preciso se acostumar, como para os amargos e os azedos", explica Kelen Martins, nutricionista da Nutrir e Brincar, assessoria e consultoria em nutrição infantil. "As crianças tendem a preferir alimentos familiares, em detrimento dos que lhes são estranhos."

É o mesmo que dizer que o comportamento alimentar dos pais vai influenciar o gosto e as preferências dos filhos. Ou seja, se ele se acostumou a se sentar a uma mesa verde e colorida com muitas frutas, cereais e pouco açúcar, não vai torcer o nariz para uma lancheira cheia de uvas e morangos. Agora, se a dispensa da sua casa é lotada de doces e refrigerantes, a história complica. Fica mais delicado reeducar uma criança a comer depois que ela já entrou na idade escolar. Primeiro porque mudar um hábito exige mais esforço, independentemente da idade, depois porque, na medida em que seu filho cresce, diminui o seu controle sobre o que ele come.

O que não pode faltar na merenda