menu-estetica menu-saude menu-nutricao menu-gestante menu-aliados menu-anuncie mari-responde conheca-mari

 

Parto: A importância deste momento

Saiba como lidar com as pressões antes de colocar seu pequeno no mundo

O parto é um dos momentos mais emocionantes da vida de uma mulher e é com certeza a hora mais esperada dentre todas as fases da gravidez.  Muitas mamães participam de diversos grupos de gestantes e fazem o possível para se preparar para este momento único, mas nem sempre as coisas saem como esperado e por esse motivo é preciso atentar-se a vários fatores importantes para que tudo corra da forma mais natural possível.

Alguns especialistas comparam o momento do parto, com o de uma relação sexual, isso porque o corpo da mulher libera o mesmo hormônio durante as duas ações. Esta é a principal razão pela qual as mulheres não devem temer esta hora e podem sim encarar o momento da mesma forma que um encontro sexual.

A principal relação entre o parto e uma relação sexual, ocorre principalmente quando as mamães optam pelo parto normal, mas isto não significa que na cesariana os cuidados e dicas também não devem ser colocados em prática, já que trata-se do corpo da mulher, e ela precisa estar relaxada para que o seu pequeno venha ao mundo com tranquilidade.

Escolher um bom profissional para o parto, saber qual será o procedimento, fazer uma análise anterior do local são algumas dicas importantes e que podem te ajudar a encarar esse momento com menos medo e mais entusiasmo.

É necessário confiar no profissional escolhido para o parto assim como confiamos em um parceiro, já que ele será o responsável principal pela saúde do seu corpo e do seu bebê neste momento.  Muita gente não sabe, mas uma a cada quatro mulheres sofrem alguma violência obstétrica de acordo com uma pesquisa realizada pela fundação Perseu Abramo e para não fazer parte desta estatística é preciso prevenir-se. Lembre-se, quando se trata do seu filho, todo cuidado é pouco!

Água durante a gravidez

Olá!!!

Vocês já me viram falar da importância da água várias vezes não é mesmo?

Pois é, imagina só durante a gravidez então... Nesse período ela se torna ainda mais essencial.

A água é capaz de melhorar a circulação sanguínea, manter o útero e a placenta com os níveis adequados de líquido, mantém a pressão arterial adequada, elimina toxinas e previne as infecções urinárias, que pode ser muito perigosas durante a gravidez.

A recomendação dos médicos para mulheres gravidas é de 1,5 a 2 litros de água por dia, no mínimo. Se for difícil para você consumir este tanto de água, recorra às sopas, sucos e leite que são bons também para te manter nutrida, mas não se esqueça de que a água é o líquido absorvido mais rápido.

Confira nesse post as minhas dicas para criar o hábito de tomar mais água: "Porque a água é vital?"

Depressão pós-parto

Hoje vou falar sobre um probleminha, que pode ser um problemão, e atinge cerca de 10 a 15% das mulheres depois da gravidez, a depressão pós-parto.

Meninas, é normal que depois do nascimento do bebê, as mulheres sintam certa tristeza, pois todo este acontecimento realmente interfere nos hormônios e atinge o sistema nervoso central. Eu mesma passei por isso e quem já passou sabe do que estou falando, não é?

Acontece que em alguns casos esta tristeza não passa depois de alguns dias e mesmo que tudo tenha ocorrido bem com o bebê este sentimento começa a aumentar e torna a mulher incapaz e desinteressada em exercer o papel de mãe.

Isto não significa que a mulher não ame seu filho e isto não está associado a formas de violência com o bebê, mas sim que ela esteja com uma doença que precisa de tratamento!

Veja algumas causas prováveis para o problema:

Pode ou não pode na gestação?

As mamães precisam cuidar de forma redobrada do corpo, pele e cabelos, mas este é um momento em que precisamos também levar em consideração se podemos ou não realizar alguns procedimentos estéticos, pois eles podem interferir na saúde do seu filho. Hoje você saberá o que pode, não pode e os cuidados... Então, vamos começar.

o que pode ou não pode na gravidez

O QUE PODE?

Hidratação capilar: Não há nenhuma contra indicação para este caso, mas lembre-se de que os fios tendem a ficar mais oleosos durante a gestação, por isso, evite hidratar a raiz.

Limpeza de pele: Esta também pode sem se preocupar, desde que se utilize produtos hipoalergênicos para evitar qualquer problema. Alguns produtos, máscaras calmantes e secativas são contra indicados por conter ativos que podem fazer mal ao bebê. Fique atenta e questione sempre sua esteticista!

PODE, MAS...

Queda de cabelo na amamentação

Quando falei sobre gravidez anteriormente, citei a questão dos hormônios que interferem e muito na questão emocional feminina, lembram?

É possível notar mudanças nos cabelos durante e depois da gravidez e mais uma vez são os hormônios que vão se meter na história.

queda de cabelo na gestação

Durante a gravidez você provavelmente vai notar que seus cabelos ficam lindos! Isso acontece devido à alta produção de hormônios femininos e os masculinos praticamente desaparecem nesse período.

Porém, depois que o bebê nasce isso se normaliza e todos os fios que deveriam ter caído durante a gestação caem todos ao mesmo tempo.

Eu sei como é estar nesta situação, quando meu filho nasceu eu fiquei com dois ”buracos” nas laterais da cabeça, ainda bem que dava para disfarçar! Mas não se preocupem porque isto é extremamente normal, e tende a passar mais ou menos de seis meses a um ano. Caso a queda permaneça, procure orientação de um dermatologista.

Infelizmente, não há produtos no mercado que possam auxiliar neste momento, então não gaste uma fortuna em produtos renomados para queda de cabelo porque isto será em vão.
Quem deve se preocupar são as mulheres com predisposição à calvície, neste caso, procure orientação médica logo no início.

Como o jeito é esperar passar esta fase, não há muito que fazer. Mas mesmo assim, reuni dicas simples para amenizar estes efeitos e também para que você não caia em uma cilada.

Pele mais bonita durante a gravidez

Gente, esse é um dos temas que mais me encanta. Falar sobre gravidez pra mim é sempre gratificante! E para estrear nossa sessão “Cantinho da mamãe” nada melhor do que falar sobre um problema que muitas clientes se queixavam quando eu atendia.

gravidez

É normal que durante a gravidez a mulher sinta diferenças na pele, e novamente são as alterações hormonais as grandes causadoras. As queixas mais frequentes se referem às manchas, opacidade e estrias. A pele durante a gestação fica muito mais sensível, aliás, não só a pele né meninas? Quem está passando por isso ou já passou sabe do que estou falando!

Eu já ouvi muito que a "gravidez causou as manchas", "tenho manchas de gravidez", etc. Mas isso está errado!

Sim, eu sei que as manchas surgiram na gestação, porém o causador das manchas foi o sol! Somente com os raios UV é possível surgir uma mancha.

O que ocorre é que nessa fase há muitas alterações hormonais no corpo da mulher deixando-a susceptível as manchas. Aí a mulher que está vamos dizer com mais "facilidade" de manchar, não utiliza corretamente o filtro solar e assim o sol ou até mesmo a claridade de um dia nublado ou luz artificial pode causar as manchas. 

O que quero dizer é que o contato dos raios UV com a pele sensível é catastrófico! Mas calma há muitos tratamentos eficazes se isso aconteceu com você!

Sobre as estrias não preciso nem dizer né? Elas podem surgir devido ao rápido ganho de peso. Mas se você controlar a boca e engordar somente o necessário poderá evitá-las!

Felizmente o mercado de cosméticos buscou soluções ou formas de amenizar estes problemas. Então, vamos saber o que podemos fazer pela nossa pele neste período.